Mindfulness é a simplicidade em si mesmo. Trata-se de parar e estar presente. Isso é tudo! Jon Kabat Zinn

Vivemos em uma sociedade que sofre com síndromes do pânico por conta do excesso de ansiedade.

Estamos sempre correndo de uma atividade para outra, enquanto almoçamos pensamos o que fazer a noite, quando estamos no banho pensamos qual a próxima atividade.

Já aconteceu com você de ler um livro e não lembrar do que estava lendo? Ou até mesmo estar em uma conversa e não conseguir ouvir exatamente o que a pessoa está dizendo, porque estava pensando em outra coisa? Sentir-se reativo e ter  sido ríspido e grosso com alguém porque respondeu de forma impulsiva?

Compartilhe esse conteúdo:

Este mecanismo reforça o quanto a mente da maioria dos brasileiros estão com seus pensamentos em possíveis acontecimentos do futuro, ou presos em possibilidades que poderiam ter sido vividas no passado e quase nunca no momento presente.
Ou seja, estamos com o corpo em um lugar, mas a mente em outro completamente diferente.

Este padrão mental traz inúmeras emoções distorcidas, como raiva, stress, preocupações, humor deprimido e o corpo doente, estamos falando que em média 11,5 milhões de brasileiros sofrem de depressão ou algum distúrbio no sono, alimentação, emoções descontroladas pelo fato de não conseguir focar no agora.

Em destaque: Meditação para cura das emoções

Mas tenha calma… existe um caminho que ajudará a resgatar sua consciência para a atenção plena.

Este caminho se chama uma prática meditativa chamada Mindfulness que traz uma conotação de presença, encarar a realidade com maior abertura e sem julgamentos.

Mindfulness é um estado mental de controle sobre a capacidade de se concentrar nas experiências, atividades e sensações do presente. Podemos considerar um treino para mente, mudança na estrutura neural através de novos caminhos de aprendizados para o cérebro.

mindfulness-illustracaoMindfulness pode ser entendido como um estado mental baseado na experiência direta do momento presente, com consciência plena e atitude aberta e não-julgadora a cada instante.

O estado mental de mindfulness é uma alternativa a um estado mental bastante habitual nos dias de hoje, baseado na desatenção (“piloto automático”) e na reatividade excessiva em situações do cotidiano.

Estar em atenção plena implica estar consciente da tarefa que está realizando no momento presente, sem que a mente divague sobre o futuro ou o passado, sem sentir apegado ou rejeitado. Trata-se de um aprendizado que trará liberdade e maior protagonismo para a vida.

Para se “experimentar” e vivenciar o momento presente podem ser utilizadas as práticas ou exercícios de mindfulness, baseadas no treinamento da atenção plena por meio de algumas “âncoras” para a observação consciente, como a própria respiração, ou as sensações e movimentos corporais.

Benefícios da prática:

O treinamento mental em mindfulness, ou atenção plena, é pesquisado por centros de excelência em todo o mundo, como Havard, Oxford, Massachusets, Stanford e Yale, com benefícios comprovados cientificamente ao longo dos últimos 30 anos, considerando por exemplo:

  • Redução do estress ( Diminuição na produção de adrenalina e cortisol, hormônios associados a distúrbios como ansiedade, déficit de atenção e hiperatividade e stress).
  • Aumento de concentração, foco e redução de ansiedade (Wake Forest Baptist Medical Center, na Carolina do Norte, colocou 15 voluntários para aprender a ter presença/meditar em quatro aulas de 20 minutos cada. A atividade cerebral foi examinada antes e depois das sessões. Em todos os pesquisados, foi observada uma redução na atividade da amígdala, região do cérebro responsável por regular as emoções. Os níveis de ansiedade caíram 39%.
  • Aumento da felicidade: Aumento na produção de endorfinas, ligadas à sensação de felicidade.
  • Melhora de sono ( Northwestern Memorial Hospital, de Illinois| Universidade da Califórnia realizou um teste com pessoas de 25 a 45 anos que sofriam de insônia crônica e foram submetidas a meditação durante dois meses. Passaram a dormir duas horas a mais por dia e alcançaram níveis de sono REM mais próximos do considerado saudável.
  • Melhora a comunicação intrapessoal e interpessoal
  • Aumento de criatividade
  • Desenvolve inteligência emocional

Quebrando mitos

  • A meditação não é uma religião . A Atenção plena é apenas um método de treinamento mental;
  • Não é necessário sentar no chão de pernas cruzadas, mas pode, se quiser; A atenção plena pode ser praticada em qualquer, a qualquer momento.
  • Não exige tempo, mas é preciso ter paciência e persistência. A atenção plena pode aliviar as pressões cotidianas, liberando tempo para prioridades;
  • Atenção plena não tem nada a ver como sucesso ou fracasso, há benefícios psicológicos mesmo quando há dificuldade para meditar;
  • A meditação não vai entorpecer sua mente e nem obrigá-lo a adotar uma postura “Poliana”, mas o ajudará a ver o mundo com clareza para ser capaz de tomar atitudes mais sábias. Atenção plena ajuda a cultivar uma consciência mais plena.

Quer começar praticas mindfulness na sua vida?

  1. Inicie com um minuto de presença;
  2. Reserve um alguns minutos para sentar-se confortavelmente e com uma postura alerta;
  3. Concentre-se sua atenção na sua respiração e como ela flui ao inspirar e expirar;
  4. Observe este movimento do seu corpo;
  5. Se sua mente divagar para outro lugar, traga sua atenção para sua respiração;
  6. Sem críticas, sem julgamentos apenas percebendo o movimento do seu corpo e sua mente;
  7. Sua mente pode estar aberta ou fechada para prática, seu único objetivo é focar atenção na respiração e observar seu mundo interno.

Este passo é muito importante que dará para seu autoconhecimento e de maneira amorosa perceber um pouco mais sobre si mesmo.

O que você achou sobre o mindfulness? Compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a conhecerem o poder do mindfulness em suas vidas.

O que achou do post?

Compartilhe essa postagem:
Herica Ponsiana

Herica Ponsiana

Meu propósito é servir como ponte para que as pessoas possam perceber que elas têm todo poder interno e que podem transformar suas vidas através do autoconhecimento, despertar em cada um o pleno potencial de criação.