Continuação do post O Despertar da Consciência Pt. 1

Então afinal o que é despertar da consciência?

O despertar é ter consciência da presença do ego e de suas artimanhas para garantir nossa individualidade. Quando passamos a observar nossos pensamentos e sentimentos, percebemos não somos nossa profissão, ideologias e nossos bens materiais.

Você é pura consciência.

Despertamos quando conseguimos enxergar nossa reatividade em situações de adversidade que confrontam nosso controle emocional. No processo evolutivo, passamos a enxergar de onde vem esse impulso e escolhemos agir com compaixão, sendo um cientista do nosso próprio comportamento e aprendendo com a experiência.

Illustração do despertar espiritual

(Foto de Cameron Gray)

Também despertamos quando conseguimos realmente praticar o desapego, ter confiança na vida, enxergar o divino em cada instante e olhar tudo como um aprendizado para a evolução da própria consciência.

O despertar através do autoconhecimento é uma ferramenta para nos lembrar que somos pura luz e fazemos parte de uma centelha divina que pode nos livrar dos paradigmas de certo e errado e do bem e do mal.

Por trás de tudo isso existe o “EU SOU” a unidade da mais pura consciência, você na sua essência.

Como fazer para despertar sua consciência?

Não tenha pressa, o processo é gradual e acontece conforme nossa capacidade de diluir e entender a verdade por trás de nossas máscaras e crenças limitantes. Com isso, passamos a reconhecer nossa própria essência, dons e talentos, sendo verdadeiro com nós mesmos.

Como é o caminho do autoconhecimento e qual sua importância?

Pode ser simples, mas devido a resistência do ego e da mente em ficar na zona de conforto, o processo pode tornar-se lento. Isso requer coragem para desconstruir o que sempre acreditamos. Não se trata de uma fórmula mágica, os desafios da vida ainda vão continuar, portanto você estará apto a encontrar conscientemente uma solução para seu problemas ao invés de ficar se lamentando ou se culpando.

Talvez você esteja nesse momento, ser o pintor do próprio quadro da vida, sentir a paz e felicidade a cada instante para assim decidir como quer viver cada experiência.

Nesse momento proponho uma reflexão:

  • Como sente-se em relação a vida?
  • Você está feliz?
  • Quais medos me bloqueiam de ter a vida que eu quero?
  • Quais os aspectos da minha vida precisam ser mudados?
  • Como se sente em relação ao seu emprego e relacionamento?
  • Como lida com a rejeição?

Resumindo

  • O despertar da consciência é um processo gradual
  • Precisamos entender o funcionamento do nosso ego e da mente
  • Precisamos analisar as crenças que construímos
  • Ter compaixão e amorosidade com nossas dificuldades durante a jornada
  • Evitar o autojulgamento e autocobrança exacerbado.
  • Entrar em modo observador e não agir no piloto automático (reatividade)
  • Viver no agora

Caso precise ajuda em seu processo, convido a conhecer o caminho do despertar e dar o primeiro passo para reencontrar sua verdade interior.

Fiquem em paz e gratidão por você estar aqui.

O que achou do post?

Compartilhe essa postagem:
Herica Ponsiana

Herica Ponsiana

Meu propósito é servir como ponte para que as pessoas possam perceber que elas têm todo poder interno e que podem transformar suas vidas através do autoconhecimento, despertar em cada um o pleno potencial de criação.