Ninguém está vulnerável as emoções e sentimentos negativos, por isso é importante saber como identificá-los e como lidar com eles assim que surgem em nossa vida.

Você já ouviu dizer que somos seres duais e que todos possuímos luz e sombra em nosso ser? Neste post, iremos falar sobre a supressão de sentimentos e emoções, como elas podem impactar nossas vidas e o que fazer para lidar com certos tipos.

Somos aculturados a acreditar que o ser humano precisa somente possuir características positivas dentro de si e com isso durante parte de nossa vida, fomos poupados ou evitamos olhar de frente para eles e fingimos que não esta ali. Isso pode trazer uma enorme carga e consequências.

Precisamos aprender e aceitar que somos seres duais e dentro de cada um de nós existe o bem e o mal, yin e yang, luz e sombra, positivo e negativo.

Quando deixamos de aprender a lidar com nossa sombra, não abrirmos espaço para sentir o que cada uma dessas emoções e sentimentos negativos estão querendo nos mostrar e o que podemos aprender com eles.

[addthis tool=”addthis_inline_share_toolbox”]
Lidando com as emoções

Como lidar com seus medos, culpas, raivas, mágoas, frustrações entre outros?

Ocorre que tentamos a todo tempo, viver apenas de um lado da força, buscando ser o santo e divino, agradar o mundo para ser aceito e amado.

Este processo pode trazer diversas doenças e principalmente depressão, pois o ser humano para ser inteiro, ele precisa enxergar dentro de si tudo aquilo que o compõe, para que assim possa aprender com cada emoção aparentemente vista como negativa.

Cada emoções lhe traz algo positivo, que é uma oportunidade para perceber e assim crescer, para que conforme tenha maior inteligência emocional não precisará passar por elas para receber a verdadeira mensagem, trazendo maior auto responsabilidade para sua vida.

O ser humano tenta a todo momento evitar a dor e não enxergar o que realmente precisa ser visto, este mecanismo pode levar a drogas, comer demais, jogos e/ou hábitos destrutivos, pelo fato de não conseguir olhar suas emoções.

Vamos ver alguns exemplos:

Medo: Ignorar seu medo só irá aumentar, ele quer ser visto, portanto a mensagem é que precisa se preparar para algo, perceber exatamente do que está tentando se proteger.

O que fazer: Depois que perceber do que busca proteção, pode se preparar para agir em direção ao que deseja, pois a cura do medo é a ação.

Culpa: A culpa nos oferece a oportunidade de rever se violamos algum dos valores ou padrões éticos que você acreditamos, seja conosco ou com terceiros;

O que fazer: Se a culpa esta te perseguindo, ouça o que ela tem a dizer. Precisamos olhar para ela e aceitar o que fizemos para que possamos aprender, perdoar e/ou pedir perdão e assim continuar nosso caminho em paz.

Frustração: A frustração anda de mãos dadas com a expectativa. O problema é que quando colocamos expectativas muito altas e alguma coisa sai do esperado, a frustração aparece e não sabemos como segurar as pontas. Esta emoção nos ensina que devemos ser mais flexíveis e que podemos continuar melhorando dia a após dia e aprender com cada situação.

O que fazer: Torne-se seu próprio cientista aprendendo como poderá utilizar sua energia para o aprendizado.

Conclusão

Saber lidar com suas emoções o levará para o amor, gratidão e maior liberdade.

“Somente quando tivermos coragem de encarar as coisas exatamente como elas são, sem decepção pessoal ou ilusão, uma luz se desvendará dos acontecimentos, através da qual o caminho para o sucesso será reconhecido”” I Ching

Se você quiser saber mais sobre como lidar com suas emoções e curar-se dos sentimentos que está carregando, convido a participar do Caminho do despertar, onde aprendemos a reconhecer e olhar cada uma delas para curar, transcender e ter uma vida com maior liberdade e poder de decisão.

Eu sempre tive o sonho de usar a comunicação como meio de conectar as pessoas e trazer luz em suas vidas através do autoconhecimento.

No entanto, eu sentia muita insegurança, ficava com medo do julgamento das pessoas e se o que eu tinha para passar seria útil para elas.

Esses medos que criei, bloquearam minha capacidade criativa por muito tempo e conforme fui me aprofundando no autoconhecimento, percebi que na verdade eles só queriam me proteger. A visão que tinha formado sobre mim mesma precisava ser ressignificado.

Compartilhe esse conteúdo:
[addthis tool=”addthis_inline_share_toolbox”]

Falando sobre o medo

O medo é como uma bolha que vai nos comprimindo e sufocando. Ele nos priva de ser e experimentar de forma integra as oportunidades e desejos internos.

O medo sem que nos percebemos vai dominando cada átomo do nosso corpo. Se permitirmos o medo vai se espalhando como uma doença, uma doença que corrompe as possibilidades de ser feliz.

Vivendo em uma prisão das insanidades exageradas da mente. Que nos aprisiona em recortes de memórias, fazendo acreditar que não merecemos a felicidade e de se entregar a abundância e o amor do divino.

Este medo que nos assusta e machuca quando tentamos encará-lo. O medo que faz um mundo de possibilidades se desmoronar, ocupando nosso ser com entulhos de insatisfação e histórias não contadas.

O que fazer para superar o medo?

Para superar o medo, precisamos primeiro olhar para ele. Tratá-lo como um conselheiro e não como um decisor.

Quando paramos de fingir que ele não existe e observá-lo, entenderemos que ele estava ali apenas para nos proteger, pois ele quer o nosso bem.

Então agradeça seu medo e diga “obrigado medo, por me avisar disso ou daquilo, mas esta tudo bem eu sei o que estou fazendo”.

Observer o que acontecerá com seu corpo. Você sentira mais confiante. Faça alguns ciclos de respiração profunda e siga em frente.

O medo tem suas bases em hipóteses que nossa mente cria. Geralmente de situações que não queremos que aconteça ou que tiram a gente de nossa zona de conforto.

Quando você ver, vai perceber que quase nada é real, é tudo criação interna á partir de nossas crenças. Tudo criado á partir do nosso próprio óculos de ver a vida.

Entenderá que é necessário seguir adiante, voltar a se conectar com o elo da sua espiritualidade, pois o medo tira a confiança na vida e com divino.

Vamos enfrentar todas nossas sombras com o AMOR. Á partir deste lugar encontraremos: entendimento, pensamentos de gratidão, compaixão, compreensão, entrega e aprendizado.

Veja também: Vídeo superando crenças limitantes

(Ilustração por Justin Totemical)

Ferramentas práticas de como superar o medo

  1. Criar uma lista: Anote todos os medos que o apavora. Anote por que você se sente dessa forma. Então crie um plano de ação e gradualmente vai colocando em práticas.
  2. Controle sua respiração: Faça ciclos de respiração profunda. Inspire e depois respire lentamente, observe seu corpo, veja que está tudo bem.
  3. Modelagem: Utilize a técnica de modelagem para conseguir superar seu medo. Pense na pessoa que faz muito bem aquilo que você tem medo. Incorpore essa pessoa. Sinta como se fosse ela, como ela respira, age, pensa.
  4. O poder do pensamento: Utilize seu poder do foco para controlar seus pensamentos, escolha o que quer sentir. Não imagine a pior situação diante dos desafios. Pense na melhor situação, naquilo que você quer que aconteça.
  5. PNL: Existem outras técnicas na PNL para ancoragem e ressignificação que também podem ajudá-lo, mas esse é um assunto para um outro post. Em nosso curso o caminho do despertar utilizamos diversas técnicas aqui apresentadas.

Saiba mais: Veja outros artigos sobre autoconhecimento

Conclusão

Foi nesse momento que minha vida mudou, pois aprendi como superar meus medos. Resgatei meus potenciais através de um trabalho de hipnose e curei a minha criança interna. A meditação me ajudou a perceber os mecanismos da mente e com a PNL aprendi a ativar âncoras poderosas para ter força de realizar meus sonhos.

Hoje sinto livre para ser eu mesma, ativando meu autoamor e autoestima e entregar meu melhor para todos que chegam até mim.

Não há mais tempo para viver sem ser protagonista de sua própria vida. Reúna os artifícios necessários e busque sua própria evolução. O autoconhecimento é um dos melhores caminhos.

Como uma criança que sorri para um desconhecido, volta a abrir os braços e confiar em si e na vida novamente.

Escolha ser esta criança que se entrega com lindo sorriso para as inúmeras possibilidades de fazer esta vida valer a pena.

Anote este dia, pois é hoje que você vai Voltar a vida, voltar a sonhar, voltar a respirar e voltar a amar.

Um novo dia, uma nova história.

Luz em seu caminho

O que achou do post?

Compartilhe essa postagem:
[addthis tool=”addthis_inline_share_toolbox”]
Herica Ponsiana

Herica Ponsiana

Meu propósito é servir como ponte para que as pessoas possam perceber que elas têm todo poder interno e que podem transformar suas vidas através do autoconhecimento, despertar em cada um o pleno potencial de criação.

Um comentário